Crianças do Projeto Roda Moínho visitam o aterro sanitário do Ecotres

Por: Rafael Hilário
qua
01
nov
2017
Cadernos
Cadernos, Capa, Colunas, Conselheiro Lafaiete, Educação
Assuntos
Compartilhar:

O programa de Educação Ambiental recebeu a visita de 31 crianças do Projeto Roda Moinho no Aterro Sanitário do Ecotres (Consórcio Público Intermunicipal de Tratamento de Resíduos Sólidos), em Conselheiro Lafaiete. Durante a visita os alunos receberam informações sobre o funcionamento do aterro sanitário e do tratamento dos resíduos que é feito no local, durante apresentação em sala.

As crianças visitaram o mirante onde puderam observar o local onde os resíduos são depositados diariamente para o tratamento. Em seguida, eles conheceram o local onde é feito o tratamento do chorume. A engenheira química e assistente de operação do aterro sanitário, Thais Barreto Ferreira, disse que através das crianças se cria multiplicadores de educação ambiental já que elas têm demonstrado interesse em relação a questão do meio ambiente e em conhecer o processo de operação do aterro sanitário. “Elas trazem situações que acontecem em casa que é uma partilha de conhecimento. Carregam essa importância de cuidar do meio ambiente e tem o poder de sensibilizar os adultos”, disse Thais Barreto.

A educadora do Projeto Roda Moinho, Rosinei Cristina dos Santos destacou a importância da visita para que as crianças possam aprender desde cedo a separar o lixo em casa e saber o que é o aterro sanitário para conhecer a destinação que é dada aos resíduos. “O aterro sanitário não é um lixão. É um aterro que trata os resíduos que saem das nossas casas”, comentou a educadora.

O chefe do Departamento de Operações do Ecotres, Leonardo Lopes explicou que o programa de Educação Ambiental além de promover a conscientização das crianças, também aponta a diferença entre o aterro sanitário e um lixão. Segundo ele, as crianças aprendem que no aterro os resíduos recebem o tratamento adequado, diferentemente de um lixão onde não há nenhuma ação neste sentido e provoca sérios danos ao meio ambiente.

Ao final da visita, as crianças brindaram os presentes com uma apresentação musical interpretando “Trem bala”, de Ana Viela e “Bem ti vi”, de Paulinho Pedra Azul. Também acompanhou os alunos, a educadora do Projeto Roda Moínho, Ione Maria da Silva Rodrigues.

Jornalista José Carlos Vieira
Compartilhar: